Augusto Cury

Jesus escolheu os da periferia afirma Augusto Cury, que lançou livro mais importante de sua carreira

Jesus escolheu os da periferia afirma Augusto Cury, que lançou livro mais importante de sua carreira

Considerado o autor brasileiro mais lido da década. Augusto Cury, já vendeu mais de 28 milhões de livros.

Era ateu, mas tornou-se um "cristão sem fronteiras" e lançou o primeiro livro de uma trilogia. "O Homem mais inteligente da História", cujo principal personagem é o Dr. Marco Polo, psicólogo e pesquisador, o alter ego do autor.

Cury está escrevendo os dois livros seguintes, "O Homem Mais Feliz da História" e " O Homem mais Resiliente da História".

Este primeiro livro da trilogia já se tornou a obra de ficção mais vendida no Brasil.

" O Homem mais Inteligente da História" é fruto de 15 anos de estudos e pesquisas e considerado pelo autor como a obra mais importante de sua carreira.

A obra de ficção narra a história do Dr. Marco Polo que desenvolveu uma teoria inédita sobre o funcionamento da mente e a gestão da emoção.

Após sofrer uma terrível perda pessoal, ele vai a Jerusalém participar de um ciclo de conferências da ONU e é confrontado com uma pergunta surpreendente: Jesus sabia gerenciar a própria mente?

Ateu convicto, Dr. Marco Polo responde que ciência e religião não se misturam. No entanto, instigado pelo tema decide analisar a inteligência de Cristo à luz das ciências humanas.

Ele esperava encontrar um homem simplório, com poucos recursos emocionais. Mas, ao mergulhar na inquietante biografia de Jesus, presente no Livro de Lucas, suas crenças vão sendo pouco a pouco colocadas em xeque.

Dr. Marco Polo vai contar com uma mesa -redonda composta por dois brilhantes teólogos, um renomado neurocirurgião e sua assistente, a psiquiatra Sofia. Juntos, eles irão. decifrar os sentidos ocultos em um dos textos mais famosos do Novo Testamento.

Os debates são transmitidos via internet e atraem espectadores do mundo inteiro, mas nem todos estão preparados para ver Jesus numa ótica tão revolucionária.

Os intelectuais terão que lidar com seus próprios fantasmas emocionais e encarar perigos que jamais imaginaram enfrentar.

Augusto Cury diz que Jesus escolheu a periferia para pregar. E é a primeira vez que a mente de Cristo é estudada pela ciência.

"Ele escolheu uma estirpe de jovens que só lhe davam dores de cabeça: Pedro era hiperativo, tenso, ansioso; João tinha uma necessidade neurótica de poder: Tomé era paranóico; Mateus tinha famade corrupto e o melhor de todos era Judas Iscariotes, que foi o traidor de Jesus, era o mais ousado, sereno, mas não era transparente", afirma o escritor.

E conclui: "Se Jesus tivesse uma equipe de psicológos para ajudar a selecionar o perfil psicológico de cada apóstolo, nenhum teria sido escolhido".

O livro editado pela Editora Sextante, custa R$ 34, 00, mas pode ser encontrado por R$ 21,10 nos sites de livrarias como a Saraiva.

Voltar

CONTACT

Receive the newsletter. Sign Up Now!